quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Rever a Lei da Paridade é preciso!
Assim manda o artº 8 da própria Lei Orgânica nº 3/2006:

"Decorridos 5 anos sobre a entrada em vigor da presente Lei, a Assembleia da República avalia o seu impacte na promoção da paridade entre homens e mulheres e procede a sua revisão de acordo com essa avaliação".

Já lá vão 6, quase 7 anos. As autárquicas são agora ,em  2013 - e se  há correcções a fazer para melhor cumprir os objectivos da legislação é, certamente a este nível.

Será que o legislador anda distraído?
Foi a pergunta que fiz no recente encontro das "Mulheres em Movimento" no Porto
 .

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Chefe de Família!

Fiquei surpreendida ao ouvir AJ Seguro dizer numa entrevista, há poucos minutos, que é "um chefe de família"...
O que quer ele significar com isso?
Os chefes de família estão abolidos pela Constituição, que consagra a igualdade dos sexos. Desde 1976...
Homem de família...Pater familias... Marido e Pai ... Isso é! Até acredito que seja um "bonus pater familias". Mas "chefe" não, por favor!
 Definitivamente "ancien régime"...

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

RTP A Praça do nosso descontentamento

São falaciosos os argumentos com que os actuais responsáveis da RTP tentam justificar a "conquista" da Praça da Alegria pelos estúdios de Lisboa.
Argumento de custos  (esta produção nos estúdios do norte dava lucro...).
 Argumento de qualidade do programa  - o "cinzentismo" de que fala um senhor director na revista Nova Gente  (programas como a "Praça" e "O Portugal no Coração" são criações do Porto, são "marcas" de prestígio, cobiçadas justamente pelo sucesso alcançado, pois, se assim não fosse, Lisboa ocupava o seu espaço com formatos e nomes novos e originais...).
Nada disto soa bem.... A equipa do Centro de Produção do Porto é excelente - e falo de toda a equipa, e não só dos seus rostos mais visíveis -  os apresentadores, Jorge Gabriel e Sónia Araújo, que são incontestavelmente  fantásticos profissionais e não perdem, antes pelo contrário, no confronto com os favoritos da administração lisboeta da RTP.
A única coisa que faz, realmente, sentido é a RTP querer avançar para cortes de pessoal e achar que é mais fácil e mais agradável executá-los lá longe, no Porto, do que na capital.
Acabo de ouvir, noutro canal televisivo, a notícia de despedimentos em massa. na tv pública, com  forte incidência no Porto.
Se isso se confirmar, fica tudo mais claro: é mesmo a destruição do centro de produção norte que se quer iniciar.  A transferência da RTP2 para o Monte da Virgem (simples paliativo!) não contrariará essa intenção larvada.
A ver vamos...

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

REVISÃO CONSTITUCIONAL

Para mim, o mais importante numa futura revisão seria consagrar a ascendência do PR.
À semelhança de outras democracias bem sucedidas.
Na verdade, os Presidentes que temos tido mostram-se, perante a História, com raras excepções,  mais sábios, mais experientes, mais competentes do que os governantes que temos suportado.
Isso é bem evidente agora.
Quem não prefere Cavaco a Sócrates,  a Coelho, a Gaspar?
Quem acha que Cavaco teria escolhido qualquer deles para chefiar o governo de Portugal?

domingo, 20 de janeiro de 2013

2013 - Ano sem compras

Não há alternativa. Ao assalto fiscal ao IRS só há uma resposta: cortar no IVA.
Em 2013 vou eliminar todas as compras que não sejam absolutamente indispensáveis.
Neste primeiros 20 dias de Janeiro cumpri à risca. Nem sequer um euro gastei em saldos atraentes.
Aposto que vou  continuar assim, dia após dia, movida pela indignação contra " Gaspar, Moedas and company".
 Depois, ficam os incautos governantes muito surpresos com os níveis de poupança dos portugueses... Com o meu, podem contar.