domingo, 6 de março de 2016

AMIGOS,AMIGOS, POLÍTICAS ÁPARTE

O Dr. José Magalhães Godinho foi um excecional Provedor de Justiça. A meu ver, exerceu as funções como nenhum outro, por muito bons que alguns dos seus sucessores tenham sido. Com coragem, generosidade, humanismo, para além da sua experiência e sabedoria jurídica. Foi assim toda a sua vida! O seu curriculum como advogado, como resistente à ditadura, dava-lhe uma imensa autoridade moral. E a autoridade moral é a principal força do Provedor, do "ombudsman", na luta pela justiça. É preciso carisma - não basta a competência jurídica, que terão, com certeza, os apagadíssimos "provedores" destes últimos tempos... Mas, para além disso, o Dr Godinho era um homem encantador, com sentido de humor, com graça, com uma esfusiante alegria de viver! Criou à sua volta um ambiente de trabalho convivial, onde toda a gente se dava bem com toda a gente. Havia respeito e havia amizade. Devo dizer que, naqueles anos de 1977/78, a cena política portuguesa continuava agitada, mas, dentro do SPJ política não era tema que se debatesse, nas pausas do trabalho. Com uma exceção: as minhas habituais discussões com o Dr Godinho... Eram muito divertidas, porque estávamos, quase sempre em desacordo - ele um Soarista convicto, eu uma prosélita das virtudes de Sá Carneiro. Ainda por cima, ambos gostávamos muito de futebol, mas ele era do SLB, eu do FCP... Um dia, dedicou-me esta quadra: "Se a querem ver satisfeita/ E com um ar prazenteiro/ É darem vivas ao Porto/ E ao dr Sá Carneiro!"

Sem comentários:

Enviar um comentário